CLOVIS PERES – RS

CLOVIS PERES QSOBRE REDES, PORTAS E PONTES
Netuno tridente, como rede, porta e ponte entre o céu e o mundo subterrâneo, inferno como antes se dizia. Se não ampliamos a nossa capacidade simbólica, (Netuno, Mercúrio e Júpiter), se não vamos além dos sinais físicos e dos conceitos intelectuais, não damos conta da estranheza que se agiganta, do outro que se apresenta imigrante, criminoso ou diferente. A rede mundial de computadores (Urano e Netuno em Capricórnio) arruína aldeia e cidade, dá à luz o planeta: nova cidade, nova aldeia, mas, agora, sob o comando da circulação e da troca, do mercado, e não mais da mercadoria ou do consumidor. Saturno e Netuno, a necessidade urdir, tecer, abrir portas e lançar pontes entre esse enorme desejo da multidão que tudo pode mas nada sabe, e o pensamento claro e distinto, que tudo sabe mas nada pode.

CURRÍCULO: Nascido em Santa Maria, no Rio Grande do Sul, da escola de Emma de Mascheville, que falava da relação entre o escuro, que não é, e o claro, que é. O trabalho consiste, ainda, em promover essa relação, do que é possível com o que realmente é, no interior do Ascendente/Descendente/Meio do Céu e Fundo do Céu.